Coluna da Marimoon @ Jornal MTV na Rua (30/08)

.

Não sou supersticiosa. Não carrego amuletos, não rezo mantras, adoro gato preto e não tenho medo do 13. Evito passar embaixo de escadas, mas só por medo de cair algo na
minha cabeça. Também não costumo acreditar em inferno astral, se bem que o meu está chegando e já me sinto diferente, como em TPM fora de época.
Segundo alguns, o tal inferno astral traz sentimentos depressivos e uma dose de azar. Tem a ver com ciclo solar, Sol passando pelo mesmo ponto do zodíaco de quando você nasceu... Para quem não acredita em nada disso também tem outra explicação para esse mal estar: medo de envelhecer.
Nossa sociedade sempre sonhou com elixires da juventude e tenta tudo para adiar a idade, gerando uma lógica aversão a aniversários, esses rituais de passagem que nos relembram que o tempo continua passando. É como se tivesse um alarme com snooze de 360 dias te lembrando de ficar velho, dando a impressão de que a gente envelhece da mesma maneira que subimos uma escada, quando a comparação mais correta seria com uma rampa.
Se envelhecemos a cada segundo, revoltar-se contra isso é inútil. Só rende um cansativo inferno astral. E apesar de não ser supersticiosa, acredito na lei do “Segredo”: pensamentos ruins atraem coisas ruins. Desejem-me sorte, vou encarar minha contagem regressiva!

2 comentários: